Category Archives: pedras13

A volta

Que mistérios tem a volta? Sou apaixonada por danças tradicionais e uma coisa que adoro nelas é o recorrente movimento de voltar. Vou ali e volto, vou à frente e volto, volto e apanho uma direcção, volto em roda e

A volta

Que mistérios tem a volta? Sou apaixonada por danças tradicionais e uma coisa que adoro nelas é o recorrente movimento de voltar. Vou ali e volto, vou à frente e volto, volto e apanho uma direcção, volto em roda e

da rua do capelão à aldeia do cadafaz

Estávamos a entrar na rua do capelão vimos a Arminda com o lado esquerdo da cara, inchado. O que aconteceu? Com os olhinhos pequeninos atrás dos óculos, vestida de bata azul, larga o tricô da toalha florida, arredondada por outras

da rua do capelão à aldeia do cadafaz

Estávamos a entrar na rua do capelão vimos a Arminda com o lado esquerdo da cara, inchado. O que aconteceu? Com os olhinhos pequeninos atrás dos óculos, vestida de bata azul, larga o tricô da toalha florida, arredondada por outras

hoje começamos revoando e preparamos amanhã

 hoje começa o festival pedras 13 com o jantarinho  e acampada revoada no largo da achada a partir das 19h30 e o filme “ensoñando realidades”às 21h30. a preparar a conversa de amanhã com boaventura sousa santos no largo de são

hoje começamos revoando e preparamos amanhã

 hoje começa o festival pedras 13 com o jantarinho  e acampada revoada no largo da achada a partir das 19h30 e o filme “ensoñando realidades”às 21h30. a preparar a conversa de amanhã com boaventura sousa santos no largo de são

Microbaile IV

Dia 28 de Junho será o último microbaile destes do tipo migrante que andam de um lado para o outro. Os próximos dois serão em locais fixos (no Mercado da Ribeira dia 4 de Julho e Praça de S. Domingos

Microbaile IV

Dia 28 de Junho será o último microbaile destes do tipo migrante que andam de um lado para o outro. Os próximos dois serão em locais fixos (no Mercado da Ribeira dia 4 de Julho e Praça de S. Domingos

entrar pelo corpo a dentro a fora

a semana passada estava a dançar no largo com gonçalo mariana luz pessoas largo e vejo esse ship de telefone incrustrado nas pedras da calçada do largo cada vez mais me pergunto dançando o que é a comunicação essa semana

entrar pelo corpo a dentro a fora

a semana passada estava a dançar no largo com gonçalo mariana luz pessoas largo e vejo esse ship de telefone incrustrado nas pedras da calçada do largo cada vez mais me pergunto dançando o que é a comunicação essa semana

Corpo praça-rio-vento

  Continuo escrevendo os passos que me levaram até aqui, encontro o ritmo do meu andar no jorrar das palavras.   É so andar. E ao mesmo tempo é muito mais do que isto. É ver, ouvir, estar, cheirar, saborear

Corpo praça-rio-vento

  Continuo escrevendo os passos que me levaram até aqui, encontro o ritmo do meu andar no jorrar das palavras.   É so andar. E ao mesmo tempo é muito mais do que isto. É ver, ouvir, estar, cheirar, saborear

com os miùdos de boavista

Me acompanha Alex con su cámara en el bolso. Entramos en el centro de acogimento a jugar a cartas con Pedro, esta semana está de vacaciones, no tienen escuela y el ambiente está muy revuelto. André  y João se tiran

com os miùdos de boavista

Me acompanha Alex con su cámara en el bolso. Entramos en el centro de acogimento a jugar a cartas con Pedro, esta semana está de vacaciones, no tienen escuela y el ambiente está muy revuelto. André  y João se tiran

Variações sobre o corpo entre o terreiro e a praça

A Luz um dia me disse que o Convento de Mafra cabe inteirinho na Praça do Comercio. Também me disse que alguns anos atrás a praça era usada como parque de estacionamento. Quantos carros cabem na praça? Quantas pessoas, quantos

Variações sobre o corpo entre o terreiro e a praça

A Luz um dia me disse que o Convento de Mafra cabe inteirinho na Praça do Comercio. Também me disse que alguns anos atrás a praça era usada como parque de estacionamento. Quantos carros cabem na praça? Quantas pessoas, quantos

Sobre esses corpos que criam a possibilidade de ali dançar…

A semana passada e essa semana foram intensas a ensaiar e estar no Largo de São Domingos. Vai ficando mais claro a pertinência para mim de estar ali, e de o poder fazer acompanhada. Talvez como o tempo parece esccorrer

Sobre esses corpos que criam a possibilidade de ali dançar…

A semana passada e essa semana foram intensas a ensaiar e estar no Largo de São Domingos. Vai ficando mais claro a pertinência para mim de estar ali, e de o poder fazer acompanhada. Talvez como o tempo parece esccorrer

Microbaile II

A Eva Parmenter e o Denys Stetsenko irão tocar na próxima sexta feira dia 14 de Junho. Vamos começar na tasca da Isabelinha ali na rua da Cruz aos Poiais n.º 25. Eu não conto como é este lugar, mas

Microbaile II

A Eva Parmenter e o Denys Stetsenko irão tocar na próxima sexta feira dia 14 de Junho. Vamos começar na tasca da Isabelinha ali na rua da Cruz aos Poiais n.º 25. Eu não conto como é este lugar, mas

um harmónio da penha de frança à rua do machadinho e a macromagia do microbaile

escrevo com amor, palavra por palavra agradeço o que vou sendo nesta companhia indescritível de quem vai sendo comigo: são 9 da manhã e estou a chegar à penha de frança onde morei sózinha pela primeira vez. a camila está

um harmónio da penha de frança à rua do machadinho e a macromagia do microbaile

escrevo com amor, palavra por palavra agradeço o que vou sendo nesta companhia indescritível de quem vai sendo comigo: são 9 da manhã e estou a chegar à penha de frança onde morei sózinha pela primeira vez. a camila está

ela está nua mas não ofende!

ontem foi um daqueles dias em que as coisas falaram. fomos aqui ao senhor guilherme da rua dos douradores para cortar umas madeiras e claro está que ficámos por lá ouvindo e conversando—ora sempre que ouvimos e nos dispomos a

ela está nua mas não ofende!

ontem foi um daqueles dias em que as coisas falaram. fomos aqui ao senhor guilherme da rua dos douradores para cortar umas madeiras e claro está que ficámos por lá ouvindo e conversando—ora sempre que ouvimos e nos dispomos a