Category Archives: pátio

a pergunta

não quero falar palavras que venham explicar coisas e por legendas em memórias que passam a ser as legendas e deixam de ser as experiências         sei que isso vai acontecer na mesma        

a pergunta

não quero falar palavras que venham explicar coisas e por legendas em memórias que passam a ser as legendas e deixam de ser as experiências         sei que isso vai acontecer na mesma        

a elasticidade è pròpria

a elasticidade è propria do corpo. nem sempre parece evidente, ela debe ser ginasticada. o corpo ganha elasticidade no encontro ,acogendo trasformandose vendo o que là està, è uma açao natural da vida, a deformaçao, issa que achamos tao dificil.

a elasticidade è pròpria

a elasticidade è propria do corpo. nem sempre parece evidente, ela debe ser ginasticada. o corpo ganha elasticidade no encontro ,acogendo trasformandose vendo o que là està, è uma açao natural da vida, a deformaçao, issa que achamos tao dificil.

lingua de cabra.uma reflexão sobre o processo de desmantelamento social,politico e económico em portugal

penso que o ensaio constante de todas as coisas do mundo é a dimensão do corpo no pátio. como o sol e a lua, que fazem seu caminho sem estardalhaços, o coração bate sem que para isso tenha que ser

lingua de cabra.uma reflexão sobre o processo de desmantelamento social,politico e económico em portugal

penso que o ensaio constante de todas as coisas do mundo é a dimensão do corpo no pátio. como o sol e a lua, que fazem seu caminho sem estardalhaços, o coração bate sem que para isso tenha que ser

veres-te a ver

Constatado que acompanhar-me no que estou a ser é uma acção que faço com cada vez mais implicação… mesmo na fisicalidade de quem aprende a corporalidade de uma acção como aprender a tocar um instrumento, ou na especificidade de quem

veres-te a ver

Constatado que acompanhar-me no que estou a ser é uma acção que faço com cada vez mais implicação… mesmo na fisicalidade de quem aprende a corporalidade de uma acção como aprender a tocar um instrumento, ou na especificidade de quem

boa noite

e a adriana e o raul rolando pelo chão—-e o pedro dançando e falando—e o bernardo a chorar—-e o gonçalo a fazer ginástica—-e a sara que estava a deslizar na sala e depois foi para o largo de são domingos—-e

boa noite

e a adriana e o raul rolando pelo chão—-e o pedro dançando e falando—e o bernardo a chorar—-e o gonçalo a fazer ginástica—-e a sara que estava a deslizar na sala e depois foi para o largo de são domingos—-e

Fugir do Pátio?

Não sei qual a forma de estar, se não ser permanecer na escuta de estar com o que está. Não é sair da vontade de sair, evadir o espaço com a vontade de não estar, querer ruminar a forma de

Fugir do Pátio?

Não sei qual a forma de estar, se não ser permanecer na escuta de estar com o que está. Não é sair da vontade de sair, evadir o espaço com a vontade de não estar, querer ruminar a forma de

o futuro foi assim

há coisas que não se podem dizer. que ao serem nomeadas se veem rapidamente reduzidas a linhas secas e sem vibração. aí abro a confiança de ver o invisível e guardar segredo. um segredo que partilho com as formas de

o futuro foi assim

há coisas que não se podem dizer. que ao serem nomeadas se veem rapidamente reduzidas a linhas secas e sem vibração. aí abro a confiança de ver o invisível e guardar segredo. um segredo que partilho com as formas de

agregados e mesodermes

A semana passada atravessei e fui atravessada por um pátio que apareceu em mim com cores de agregados, clusters, família. Apareceu-me a pergunta do que seria estar junto mais que um, estar junto uns uns, estar junto em pedaços, e

agregados e mesodermes

A semana passada atravessei e fui atravessada por um pátio que apareceu em mim com cores de agregados, clusters, família. Apareceu-me a pergunta do que seria estar junto mais que um, estar junto uns uns, estar junto em pedaços, e

relaciones

a relaçao que estabelezco com a caneca, o corpo Susana-caneca ja nao è o mesmo que o corpo Susana-chao. a relaçao Susana-Gonçalo nao è a mesma que a relaçao Susana-Bernardo, o respeito pela caneca è o respeito pelo Be è

relaciones

a relaçao que estabelezco com a caneca, o corpo Susana-caneca ja nao è o mesmo que o corpo Susana-chao. a relaçao Susana-Gonçalo nao è a mesma que a relaçao Susana-Bernardo, o respeito pela caneca è o respeito pelo Be è

movo-me nas entranhas

movo-me nas entranhas que me dizem que há uma dureza como borrar os enquadramentos e partir para a mutação? que já é tão evidente cada vez mais rápida no dia a dia a prática vai acontecendo como qualquer outra. tem

movo-me nas entranhas

movo-me nas entranhas que me dizem que há uma dureza como borrar os enquadramentos e partir para a mutação? que já é tão evidente cada vez mais rápida no dia a dia a prática vai acontecendo como qualquer outra. tem

ontem o pátio caiu,desfez-se desintegrou-se

a densidade desapareceu, os corpos destecidos percorreram essa rarefação. até às 3 da tarde continuámos lavrando, dançando sem corpo, lendo perdidos—sem culpar o frio—ou às vezes culpando o frio ou a aula que a maioria de nós tinha ido fazer

ontem o pátio caiu,desfez-se desintegrou-se

a densidade desapareceu, os corpos destecidos percorreram essa rarefação. até às 3 da tarde continuámos lavrando, dançando sem corpo, lendo perdidos—sem culpar o frio—ou às vezes culpando o frio ou a aula que a maioria de nós tinha ido fazer

EntreLigaCidadeMento

Ligar…ligar o quê ? Tecer movimento entre lugares e pessoas que de alguma forma convidam relação…já somos ligação, pela própria natureza da vida, seja la ela qual for   Os ligamentos ensinam-me o que poderá ser uma integridade da Sara não

EntreLigaCidadeMento

Ligar…ligar o quê ? Tecer movimento entre lugares e pessoas que de alguma forma convidam relação…já somos ligação, pela própria natureza da vida, seja la ela qual for   Os ligamentos ensinam-me o que poderá ser uma integridade da Sara não