Category Archives: festival pedras13

escrita com sabor a pedras

Uma coisa que queria muito perceber neste festival pedras era realmente como chegaria aqui, neste momento, depois dos dias do festival terem passado por mim e eu por eles… à medida que os dias do festival se aproximavam eu dizia

escrita com sabor a pedras

Uma coisa que queria muito perceber neste festival pedras era realmente como chegaria aqui, neste momento, depois dos dias do festival terem passado por mim e eu por eles… à medida que os dias do festival se aproximavam eu dizia

último dia de viajem

velas içadas e sempre a navegar. vamos passar á bica com a susana no largo, seguimos para o lançamento do livro na taberna da isabelinha, descemos em rota à rádio ao vivo na groovie records com a carrinha da documentação,

último dia de viajem

velas içadas e sempre a navegar. vamos passar á bica com a susana no largo, seguimos para o lançamento do livro na taberna da isabelinha, descemos em rota à rádio ao vivo na groovie records com a carrinha da documentação,

hoje temos festa no café do joão, na rua do benformoso

e porque a alice não gosta de ler, a fanzine que está agora mesmo a sair fresquinha, traz umas quadras a celebrar a festarola que já se vai prevendo para esta noite às 10 e meia. é um dia em

hoje temos festa no café do joão, na rua do benformoso

e porque a alice não gosta de ler, a fanzine que está agora mesmo a sair fresquinha, traz umas quadras a celebrar a festarola que já se vai prevendo para esta noite às 10 e meia. é um dia em

tempo sem horas, escutar o brotar e o retorno

sabes quando está na hora de ir embora e tu começas a gritar “só mais 5 m”? é isso! ando amassada, salgada e bronzeada às riscas de tanta rua mas parece que esta aventura saiu das horas do relógio, só

tempo sem horas, escutar o brotar e o retorno

sabes quando está na hora de ir embora e tu começas a gritar “só mais 5 m”? é isso! ando amassada, salgada e bronzeada às riscas de tanta rua mas parece que esta aventura saiu das horas do relógio, só

ser criança, ou entre ontem e hoje

muito trepida a alegria de ver o livro de mão em mão.”9-9A as aventuras de um buraco….” , o pequeno almoço em família mesmo ali no meio da praça. trago a força da criançada durante a conversa com mario perniola,

ser criança, ou entre ontem e hoje

muito trepida a alegria de ver o livro de mão em mão.”9-9A as aventuras de um buraco….” , o pequeno almoço em família mesmo ali no meio da praça. trago a força da criançada durante a conversa com mario perniola,

dormir na rua

Estou no Largo da Achada, os corpos lado a lado na sua confiança intrínseca de ser corpo. É emocionante! Não vai para lado nenhum, é só a potência, potenciando-se, confiando em ser si própria, e as coisas continuam para lado

dormir na rua

Estou no Largo da Achada, os corpos lado a lado na sua confiança intrínseca de ser corpo. É emocionante! Não vai para lado nenhum, é só a potência, potenciando-se, confiando em ser si própria, e as coisas continuam para lado

manhã cedo de quem dormiu sossegada no largo da achada

por estas palavras desajeitadas trago a boa nova da ternura, da humanidade, da delícia serena de dormir numa ondulação poisada de crianças e gente ainda-sempre criança. o largo da achada adormeceu ontem e vai acordando hoje banhado de tonalidades indescritíveis,

manhã cedo de quem dormiu sossegada no largo da achada

por estas palavras desajeitadas trago a boa nova da ternura, da humanidade, da delícia serena de dormir numa ondulação poisada de crianças e gente ainda-sempre criança. o largo da achada adormeceu ontem e vai acordando hoje banhado de tonalidades indescritíveis,

acolher

Hoje deixei as fanzines que vão entrar no festival latejantes, com cama para acolher as matérias em texto, fotos, recados, mensagens, pensamentos… que surgirão. Sem saber o que aparecerá, mas vislumbrando o que emergirá. A minha questão é não saber

acolher

Hoje deixei as fanzines que vão entrar no festival latejantes, com cama para acolher as matérias em texto, fotos, recados, mensagens, pensamentos… que surgirão. Sem saber o que aparecerá, mas vislumbrando o que emergirá. A minha questão é não saber

¡Que hagáis un hermoso festival!

Querida Sofia, queridxs todxs: Esta vez no vamos a Lisboa a cantar con/para vosotrxs, iremos más adelante. Estamos aprendiendo una lección más: con más tiempo y en otra época del año podemos organizar mejor el viaje de un grupo grande

¡Que hagáis un hermoso festival!

Querida Sofia, queridxs todxs: Esta vez no vamos a Lisboa a cantar con/para vosotrxs, iremos más adelante. Estamos aprendiendo una lección más: con más tiempo y en otra época del año podemos organizar mejor el viaje de un grupo grande

o charme da baixa e o presente do futuro

hoje às 7 da tarde vamos à r. da vitória nº7 para a pré-visualização d’ “o charme da baixa” com conversa sobre a invasão de hotéis de charme. Sabes a casa Polycarpo? tem 200 anos. é aquela na esquina da

o charme da baixa e o presente do futuro

hoje às 7 da tarde vamos à r. da vitória nº7 para a pré-visualização d’ “o charme da baixa” com conversa sobre a invasão de hotéis de charme. Sabes a casa Polycarpo? tem 200 anos. é aquela na esquina da

Pode um festival ser investigação?

O longo adensar das perguntas que traz o festival pedras, dentro do continuum que é o estar com as pessoas e os lugares que praticamos aqui no c.e.m tem-me trazido esta formulação: pode um festival ser investigação? esclareço que não

Pode um festival ser investigação?

O longo adensar das perguntas que traz o festival pedras, dentro do continuum que é o estar com as pessoas e os lugares que praticamos aqui no c.e.m tem-me trazido esta formulação: pode um festival ser investigação? esclareço que não

deixa ir

Há coisas que as vejo acontecerem com uma força, que os corpos se reúnem nesse acontecer, dispondo-se a essa onda que leva tudo à frente, inundando em questões, e deformando os corpos na sua passagem, empurrando, levando, trazendo, ajuntando, afastando,

deixa ir

Há coisas que as vejo acontecerem com uma força, que os corpos se reúnem nesse acontecer, dispondo-se a essa onda que leva tudo à frente, inundando em questões, e deformando os corpos na sua passagem, empurrando, levando, trazendo, ajuntando, afastando,