conversando

Fui visitar a Juliana ontem no largo da achada. Olhos azuis< blusa azul, céu azul. O sol batia-me na cabeça com uma força que foi um mote para entrar na sua casa. Tenho uma casinha de uma gata para vender. Eu precisava era de um cestinho para levar o meu otto à veterinária, ainda há dias apareceu em casa desidratado, e desnutrido de tanto ir às gatas e tive de o levar à veterinária numa caixa. Tenho esta gata. É amarela como o otto. É muito envergonhada e ciumenta, já tive muitos gatos, havia um que era tão meigo, mas teve de ir para espanha. A Marie Leone é que tem ficado comigo, compro-lhe ali nos fanqueiros os miminhos, ao pé de vocês. Como estão as plantas ali no buraco. Estão um pouco secas. Estes dias, queria lá ir regá-las, estava tanto calor, mas não tinha escada, e mesmo se tivesse tinha medo de cair e ficar lá.

A sua casa é tão bonita, gosto tanto de ver estas borboletas, flores espalhadas pelos azulejos. Fiz uma caixa tão bonita para dar à susana, tão bonita. Era para pedir ao pedro que a fotografasse, mas tive de a dar antes, era mesmo bonita.

Gostava que me ajudasse a fazer a fanzine. Agora não tenho paciência para essas coisas. Tem ai uma para lhe mostrar? Sim, gosto muito destes bordados à volta dos textos, este picotado, sabe, chama-se picotado. Quando estava no lar davam-me coisas difíceis de fazer que ninguém percebia o que era, fazia flores com aquele papel macio, e outras coisas, ficava tão bonito. É tão bom você ser assim. Não gosto estar parada, faço muitas caminhadas, todos os dias saio de casa. Há dias fazia tanto calor que tive de por este chapéu. Tem uma caveira? Tinha um botão castanho, mas o chapéu é preto e branco, pus esta coisa que tinha ai. Um botão com o símbolo dos pirata em preto e branco.

Um parti todas as “carraças” que tinha penduradas na parede. Não percebi mais nada que não carraças. Eram muito bonitas feitas à mão, pintadas, com um vidro muito fino. Parti tudo. E cortei todas as fotos que tinha minhas desde os dois anos, sentada em setúbal, até agora. Não quero que depois de morrer as coisas fiquem na rua sem dono. Cortei e parti tudo, e ainda vão algumas coisitas mais. Só ficou esta fotografia, mas como está tapada pelo papa francisco esqueço-me dela. Tão bonita, Juliana! Não era bonita era fotogénica.

Gosto muito de ler, mas agora, leio o livro e deito-os fora. Faça assim, lê os livros e dei-os a mim. Policiais! Mas agora não os tenho- Peço que me escolham os livros ali na biblioteca, mas não são  muito bons e como não vejo bem para os escolher das prateleiras altas.

Morei em prédios muito altos, agora estou aqui neste rés-do-chão. Gostava tanto quando vivia ali na praça da figueira e via o rio pela janela. Sou de prédio altos, sabe?

Nesta casa vivia uma senhora, eu morava no andar de cima. Nas vésperas dela morrer levei-a ao hospital, fiquei desde as 11h da noite às 10 da manhã. De pé à espera. Não gosto nada de hospitais. Chegámos e no dia seguinte encontrei a morta ali, quando vim morar para esta casa mudei a disposição das coisas, foi um episódio triste.

Gosta das minhas cortinas? São tão bonitas. Claras cheia de flores e umas bonecas chinesas que pareciam russas. Lavava uma cortina branca e punha outra branca, um dia fui à rua da prata vi esta e achei-a tão bonita. Olha-a com um sorriso orgulhoso, levanta-se abre-a e deixa o sol da tarde entrar.

Saio da casita da Juliana e vou à rua do Alexandre. A vizinha estava à janela, e contente disse: a campainha dele não toca. Abriu-me a porta, e grita batendo na porta do Alexandre. Não abre. Já deve estar a dormir, deita-se muito cedo. Enquanto esperamos, pela possível lentidão do andar do Alexandre a chegar à porta, diz que o electricista arranjou mal as campainhas, só tocam as do lado direito. Antigamente era mais fácil, estragava-se um fusível, íamos à loja, enrolávamos o fio novo e já estava, agora ficamos assim. A porta do Alexandre não se abriu, então cada vez que for lá posso tocar à porta da vizinha e tentar fazer o mesmo, a ver se converso com o meu amigo sossegado no seu cantinho.

pedro

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: