mexer mexer mexer

Depois de um silêncio após o festival, estava a passar a rua poço do borratem e trazia já a vontade de ir hoje ao centro de dia. De manhã encontrei a Isaura, que não estava a fazer malha, vestida de verdes, junto à sua filha. Olha que bom te ver, temos sentido a tua falta, quando vais lá nos visitar. Vou logo à tarde estar com vocês. Fico á tua espera então.

Sinto que preciso mexer-me, mexer por mexer, por mim, por viver. o corpo precisa de se mexer, sinto as articulações tortas, paradas em pensamento. Falei até com uma amiga, que preciso estar a fazer, mas não é um fazer pensando num fim, é um fazer dinâmico, não ocupado, um fazer de subir e descer, cortar papéis, escrever, ler, estar, por fazer, por viver, preciso mexer, mexer, mexer.

Fui ao centro de dia, já tinham vindo de umas férias na praia das maçãs. Gostei de entrar na cozinha e ver a alegria dos abraços, o acolher da mariana na recepção atrás da secretariazinha à entrada, ver as velhotas a comer um gelado fresco no bar, beijinhos e beijinhos. A Ilda protagonizava na sala de chão verde, o Alexandre deu-me um abraço, a Amélia já fez ginástica nas mãos com a doutora e fazia agora comigo também. A Fernanda vai de férias amanhã esperando pela Isabel que regressa no mesmo dia das suas. Violeta de cor-de-rosa, vai à médica, pois a perna está pior com o calor.

Sentei-me junto à Antónia, de azul turquesa e óculos escuros. As meninas estão boas? Sim, mandam-lhe beijinhos. Estava a ver que na semana passada já ia viajar dentro de um caixote de madeira. Que horror! Estava na casa-de-banho e olhe, desculpa a tua carinha honrada, mas foi por cima e por baixo. Estava com a tensão tão baixa. Foi o comprimido azul que tomei. Fiquei mesmo mal, mas agora estou melhor. A Rosa pergunta quando é que as meninas vão lá, pois gosta muito de nos ver a dançar e a cantar, lembra-lhe quando era moça nova. A Milu diz que só me cumprimenta no Largo da Achada, mas à saída procura por mim e diz: o meu beijinho? O senhor Zé dorme um sono de tarde, pendurado para a frente, segurando a bengala, acompanhado pela Ilda que adormece para trás, pois a novela não interessa nada. Da mesma opinião não é a Flora que reclama à Dona Maria Rosa, que tem o nome da minha avó, por estar-me a dizer poemas: pedro amigo do meu coração, mostra-me o teu sorriso e aperta a minha mão.

Chega a Anabela e diz que não encontrava as botinhas para entrar no estúdio do cem. Fomos a ver e os tecidos das botinhas eram lindas estrelas e luas de natal para pendura no cem. Disse que ia fazer com outros tecidos lisos, cores vermelhas, azuis, amarelas, que no final de agosto estariam prontos. Ria imenso por dentro, ao ver as pantufas feitas em bolinhas e estrelinhas.

Sentei-me junto do Alexandre. Disse-me: a vida são dois dias não vale a pena estar-se a chatear com isso. O isso, era uma notícia que passava na televisão, onde o presidente cavaco silva assistia a um exercício da polícia a dar um monte de porrada, pelo bem da nação, às pessoas que simulavam uma manifestação.

A tarde era serena, até à brutalidade da telenovela, a luz era sonolenta e a Aurora contava que o João da Rua do Benformoso todos os dias guardava-lhe um bolo que é redondo, não é o caracol, nem o palmier, é assim redondo. Metade leva para o marido, com 83 anos, que não pode sair de casa. Gostei muito de a ver no café do João, estava tão bonita. Risos

Gracinda borda flores de crochet, vai fazer um quadro depois de ter dormido juntos às linhas coloridas.

O corpo precisa de se mexer, de mexer, por mexer. Cortar papéis, bordar, andar, correr, falar, escrever, empurrar, puxar lençóis, estender roupa, abrir e fechar, subir e descer, plantar e ceifar, respirar, dormir, cantar, resmungar, levantar, baixar, comer, saltar, sentar, reunir, espalhar, não para ocupar tempo ou desviar a atenção, mas porque vive, para experimentar a vida. Criando matéria, corpo, visível e invisível. Enquanto faço-mexo, olho esse corpo que se cria e com ele converso, manifestando-me vivo.

pedro

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: