é isso o ajuntamento, é isso conversar para nada

é chegar e não ter pressa de que aconteça alguma coisa. é estar aqui. olha o galdino, já não te via há tempo! a barba e a barriga de pai natal já estão prontas para a festa. então olhos de mel, como estás?

a festa é essa, chegar e estar. e estando não há nada que se esconda de acontecer. a luanna traz o brasil das cirandas, jôjô passa com a muleta do outro que vai na bicicleta, páram um bocado, entram na atmosfera do ajuntamento. o luis bué  diz que só para ficar connosco em julho volta a dormir na rua. a susana traz a canção suave suave su su suave, é uma dança de roda.

o ajuntamento cria uma paisagem especial aqui no café do joão e da alice. conversas como as cerejas, umas por entre as outras. suave rua do benformoso.

diz que a arminda pintora anda a passar mal, que o marido teve um enfarte e o neto só quer mandá-la para a américa do sul para lhe ficar com o dinheiro. ao balcão está aquele homem que bebe sempre um bocado e me faz lembrar o gato da alice…tem um sorriso mais aberto do que parece que a boca pode, diz que somos muito simpáticos e que quer vir aos microbailes.

estar. escutar. estar. sem truques.

sofia

DSCF2012

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: