(des)teceres

quando o meu corpo-movimento me diz a estrutura permite a forma, mas ela é vulnerável, mutante, é essa a força dela, tenho, ou devo dizer, tinha alguma dúvida ancestral do que dizia, mas por aqui encontrei algo precioso, de que há muito quero falar: as folhas das laranjeiras são duras, bem resistentes, parece… mas o que resiste muito tempo, muito para além do que vemos, esse desaparece numa estação assim que caiem, é este rendilhado, que dura, dura, dura e é tão frágil aparentemente, voa, enterra-se e mantem-se. como o amor?

Imagem

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: