13 de são paulo

continua a rota de sexta feira. pausa logo ali no café 13 de são paulo. mas o que é que vocês têm andado a fazer? então e o jornal quando é que chega? quero escrever um recado e gosto muito de vocês! chega já para a semana. o senhor manel e a dona irene—não há ninguém mais bom que ele, até parece parvo, Deus diz pra gente sermos bons mas não sermos parvos, é por ele que aqui está a dona irene todos os dias vinda de setúbal. diz-me que a idade vai mudando as pessoas, que é sempre alegre mas é diferente—já viu muitas coisas e parece que vai sempre vendo outras coisas. é alegre e triste.

parece que estou em casa. falamos devagar do amor de uma mãe.o senhor manel está mais magro, depois da operação caiu um bocado e ainda há pouco esteve 14 dias no hospital, a dona irene é que ficou a cuidar do 13. era preciso alguém que lhe desse uma ajuda a ele depois das 6 até às 10. agora está ali entretido com quem veio almoçar, fez-nos uma torrada. perguntei se queria uma maçã que comprei ali na bela do mercado mas não queria. doçura. suavidade. membranas que envolvem cada coisa e vidas que não têm membranas…o vidro do balcão deixa-me ver a salada de polvo que está em baixo enquanto vejo o arco invertido que dá para a casa de banho—enquantar

sofia

DSCF0743

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: